Ligue para nós!

(81) 3223-1197

Estamos Aberto de:

Seg - Sex: 8:00 A.M - 7:00 PM

Marque Sua Consulta!

Seu Sorriso a um Clique de Distância!

Ortodontia e os Tipos de Aparelhos Dentários

A ortodontia é uma especialidade dos Dentistas que está relacionada ao posicionamento dos Dentes, dos Ossos e dos Músculos da face. Esse tipo de tratamento usamos diversos tipos de aparelhos dentais cada um com uma função específica.

De acordo com a classificação convencional, existem 3 tipos de tratamento ortodôntico, aplicados em momentos diferentes e de acordo com a idade óssea do paciente.

Ortodontia Preventiva, Interceptativa e Corretiva.

1 – Preventiva

A Ortodontia Preventiva, se baseia na prevenção de possíveis problemas que podem ser percebidos em crianças durante o seu crescimento ósseo facial e durante o começo das trocas dos dentinhos de leite.

Nessa ortodontia é comum usarmos aparelhos móveis.

2 – Interceptativa

A Ortodontia Interceptativa é uma ortodontia focada em “parar” a formação do problema. O ortodontista percebe que a criança ou adolescente está começando a desenvolver um problema  e pode planejar uma forma de interceptar o problema para que ele não se instale por completo. Geralmente problemas de posicionamento de dentes e bases osseas, problemas respiratórios e de posicionamento lingual ou labial inadequado.

Nessa ortodontia podemos usar tanto aparelhos móveis como já é possível a instalação de aparelhos fixos na parte anterior do arco.

3 – Corretiva

A Ortodontia Corretiva é a mais comumente vista e é aquela que foca na correção do problema já instalado. Geralmente fazemos ortodontia corretiva em adultos ou em adolescentes que já terminaram a curva de crescimento (16-18 anos).

Com a má oclusão já instalada o ortodontista vai ter muito mais trabalho para reverter o problema. Muitas vezes é necessário usar algumas técnicas mais invasivas como procedimentos cirúrgicos extensos ou até extrações de dentes para criação de um espaço para trabalho.

Nessa ortodontia usamos, na maioria das vezes, aparelhos fixos e ainda alguns aparelhos acessórios. Podemos também fazer uso de alinhadores transparentes em alguns casos mais simples. Esses alinhadores são estéticos e móveis, porém é necessário um investimento financeiro maior visto o benefício que é ser tratado com eles.

Vantagens de uma avaliação ortodôntica cedo

Muitas vezes imaginamos que nossas crianças são “novas demais” para usar aparelho, pois pensamos erroneamente que só existe os aparelhos fixos e que estes só podem ser colocados em dentes permanentes. ERRADO!

As más oclusões começam a se formar desde cedo e a partir dos 5-6 anos já podemos avaliar a possibilidade um tratamento de prevenção.

Não esquecendo de dizer que a Ortodontia Preventiva e até a Interceptativa é bem mais vantajosa, tanto para o paciente, que vai ter o problema resolvido antes dele aparecer totalmente ou até nem vai apresentar sinais graves do problema, quanto para os pais, financeiramente falando.

Quais as indicações da ortodontia e do uso do aparelhos dentais?

Quando vamos decidir sobre a colocação de aparelho dental, levamos em conta várias questões.

A mais importante delas é entender que o aparelho dental deve ser usado como um tratamento e não um acessório de enfeite. Então, não se coloca aparelho em uma pessoa se ela não tiver necessidade, ou indicação, daquele tratamento.

Quais as Indicações para uso do aparelho?

Analisando as indicações para o aparelho ortodôntico, podemos citar: melhorar a mastigação, facilitar a higienização, melhorar a fala e corrigir a estética.

Ortodontia sem necessidade é bom ou ruim?

Durante o tempo em que se está usando o aparelho dental, teremos uma higienização prejudicada. Com os aparelhos dentais instalados teremos maior dificuldade na escovação e também para passar o fio. Também ficam comprometidas a mastigação, a fala e a estética. Este é o primeiro motivo pelo qual os aparelhos ortodônticos “falsos” são prejudiciais à saúde: porque prejudicam as funções normais dos dentes.

O acordo entre profissional e paciente

Devemos começar sempre a avaliação perguntando ao paciente sobre o objetivo dele em relação ao tratamento.

Se não existe uma queixa, dificilmente existirá um tratamento. Simples assim! Portanto é importante que a gente seja capaz de conversar para adquirir uma concordância sobre o que será feito.

Nessa conversa, e com todos os exames feitos e em mãos, a gente decide passos do tratamento, tipo de aparelho dental, condições financeiras e tempo de tratamento ortodôntico. Apenas com isso tudo acertado em conjunto, dentista e paciente, é que se dá início a ortodontia em si.

E os exames são mesmo necessários?

Os exames são importantes para observar se existe alguma doença prévia na área de face, assim como para observar se as raízes dos dentes estão em condições de suportar forças que serão aplicadas pelo aparelho.

Apenas um cirurgião-dentista é capaz de saber a dimensão da força que pode ser aplicada nos dentes sem que eles sofram com aqueles movimentos.

Veja abaixo um vídeo informativo do Odontoface Responde sobre aparelhos ortodônticos:

 

E então? Gostou da postagem? Tem alguma dúvida?

Deixe abaixo nos comentários.

 

Fique por dentro!

Não deixe de curtir nossa Página no Facebook.

Siga-nos no nosso perfil do Instagram.

Assista os nossos vídeos no canal Odontoface Responde.

 

0 comments on “Ortodontia e os Tipos de Aparelhos Dentários

  1. Your comment is awaiting moderation.

    Fernando Oliveira 14/07/2020 / Reply

    Gostei muito do site. Informações que explicam o leitor a entender, com palavras de fácil entendimento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *