Ligue para nós!

(81) 3223-1197

Estamos Aberto de:

Seg - Sex: 8:00 A.M - 7:00 PM

Marque Sua Consulta!

Seu Sorriso a um Clique de Distância!

Tipos de Aparelhos: Ortopédicos Faciais

Aparelhos Ortopédicos Faciais são os aparelhos que tratam problemas na relação entre os maxilares (maxila e mandíbula). Diferente dos Aparelhos Ortodônticos — que tratam posição de dentes —, eles podem solucionar problemas de desequilíbrios ósseos, musculares e de funcionamento dos maxilares, alinhamento dos dentes e problemas de ATM.

Dentre as possibilidades, eles podem ajudar a tratar a respiração oral, problema que afeta o desenvolvimento físico do paciente, comprometendo o desenvolvimento da face e das arcadas dentárias.

 

Qual a melhor idade para usar Aparelhos Ortopédicos?

Diferente dos Aparelhos Convencionais, que vão tratar posição e más oclusões relacionadas aos dentes, os Aparelhos Ortopédicos vão se concentrar no crescimento e posição dos ossos maxilares. Ou seja, para utilizar Aparelhos Ortopédicos, é preciso que o paciente ainda esteja em crescimento, para que se possa orientar esse crescimento através dos aparelhos.

Nem tão cedo, nem tão tarde. Utilizar Aparelhos Ortopédicos muito cedo reflete uma melhora quase nula no quadro de desarmonia dos maxilares presente. Então não adianta tratar uma criança com 3 anos de idade, assim como 15 anos já é tarde demais.

aparelhos ortopédicos

A idade varia entre meninos e meninas

Como meninas têm o desenvolvimento ósseo mais cedo que os meninos, a idade para se começar a fazer uso de Aparelhos Ortopédicos em meninas é a partir dos 9 anos. Em meninos, essa idade é um pouco mais tarde, podendo começar aos 11 anos.

Em alguns casos, porém, pode ser necessário iniciar mais cedo, mesmo em meninos. Como em casos de mordida cruzada, prognatismo mandibular ou hábitos que prejudicam o crescimento, como chupar dedo.

O ideal, então, é fazer uma avaliação com o Ortodontista no início da troca de dentes, por volta dos 6 anos.

 

Como saber se o crescimento encerrou?

Algumas meninas atrasam um pouco o crescimento e alguns meninos são mais precoces. Isso sempre depende da genética e dos hormônios de cada pessoa. Então, como saber se já acabou o crescimento?

A melhor maneira de detectar esse crescimento é através de radiografias. Pode-se fazer uso de radiografias cefalométricas de perfil e radiografias de mão e punho.

 

O que fazer em casos de desarmonia facial quando o crescimento já encerrou?

Quando o caso é leve, pode-se fazer um Tratamento Ortodôntico (que mexe só com dentes) compensatório. Que é compensar um posicionamento desarmônico dos maxilares com uma mordida satisfatória e funcional. Isso não vai resolver problemas estéticos ósseos, mas vai melhorar a mordida e a mastigação do paciente.

Em casos mais severos ou quando o paciente não gosta da estética dos seus maxilares, pode-se harmonizar esses ossos com uma Cirurgia Ortognática. É um tipo de procedimento cirúrgico que mexe com os ossos maxilares e é feito juntamente com o Tratamento Ortodôntico.

 

E então? Gostou da postagem? Tem alguma dúvida?

Deixe abaixo nos comentários.

 

Fique por dentro!

Não deixe de curtir nossa Página no Facebook.

Siga-nos no nosso perfil do Instagram.

Assista os nossos vídeos no canal Odontoface Responde.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *